Caritas Teresina

A Cáritas  Arquidiocesana de Teresina, foi fundada por Dom Avelar Bandão Vilela, ano 1969 para ser sinal de Deus e esperança nas cidades que compreendem a Arquidiocese de Teresina com objetivo de favorecer as pessoas mais pobres e necessitadas independente de credos, raça e gênero.  Como entidade membro da Cáritas Brasileira compartilhamos da mesma missão, visão, valores e princípios e integramos Rede Cáritas, coordenada pela Cáritas Regional Piauí.

A missão da Cáritas brota dos apelos da realidade, da inspiração do Evangelho, das encíclicas e outras orientações da Tradição Cristã (incluindo as diretrizes atuais da CNBB), que constituem o chamado Ensino Social da Igreja. É da interação entre essas fontes, com apoio das ciências humanas e sociais, que se embasa a justificativa e a razão de existir da Cáritas. Como parte essencial da sua missão, assume a promoção, o testemunho e o anúncio da solidariedade libertadora.

A maioria de seus colaboradores são homens e mulheres de boa vontade que, de forma voluntária, disponibilizam parte de seu tempo para desenvolver as atividades propostas pela organização. Contamos também com algumas parcerias, como Cáritas Regional Piauí, Instituto Avante de Juventude, Movimento MOA, SENAI (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), Brucke Le Pont, Fundação Wall Ferraz dentre outras. Fazemos parte Rede Ponte que uma conjunto de organizações que defende o trabalho dignos no Estado do Piauí e da defesa dos direitos sociais das pessoas.

A população prioritária das ações é composta por pessoas carentes e vulneráveis, trabalhadores e trabalhadores (sem-terra, sem moradia e comunidades no semiárido), mulheres, pessoas negras, crianças, adolescentes, jovens com dificuldade de inclusão social e pessoas idosas em situação de risco e de vulnerabilidade socioeconômica.

A Cáritas tem tido como desafio o enfrentamento do trabalho infanto-juvenil, a violência intrafamiliar, a violência contra a mulher e a violência de gênero constantes no dia-a-dia das comunidades. O foco principal da sua atuação é trabalhar a formação social e profissional de jovens e prevenção do uso e abuso de álcool e outras drogas, através de atividades formativas e participação social. Nas lutas emancipatórias, a partir de processos coletivos, organizativos, promovendo o protagonismo de grupos e comunidades, bem como no fortalecimento de iniciativas em redes de articulação, fórum e ações de incidência política, a Cáritas busca animar a construção de espaços de democracia participativa, de inclusão e transformação social.