Funaci

A Fundação Padre Antônio Dante Civiero – FUNACI é uma instituição sem fins lucrativos e com a proposta de prestar serviços sociais para comunidades carentes. O que era sonho virou realidade através de seu fundador, o Padre Humberto Pietrogrande, italiano, sacerdote Jesuíta e que foi presidente da Funaci por mais de 25 anos, que faleceu em 2015, mas deixou um legado: o exemplo de doação com o objetivo principal de contribuir para melhorar a qualidade de vida do próximo.

A Fundação criada por ele nasceu inspirada nos princípios sociais da Igreja católica.  A FUNACI contou com o apoio de sócios-fundadores como a Arquidiocese de Teresina, o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo – MEPES, a Associação Nacional de Instrução – ANI, a Associação Brasileira de Educação Familiar e Social – ABEFS e a Congregação das Irmãs Carmelitas da Divina Providência.

A  FUNACI tem como missão contribuir para a integração do ser humano na sua realidade como sujeito ativo na superação dos problemas que lhe afetam. Hoje sua atuação está concentrada nas seguintes áreas: Educação, Saúde, Agricultura, Assistência Social e Formação humano-espiritual. A sede matriz é em Teresina, com maior enfoque na região da Grande Socopo,

periferia leste, zona que concentra um grande número de favelas na capital, como também nos municípios de Aroazes, São Pedro do Piauí e Miguel Alves.

A Funaci atua com os serviços de Saúde Comunitária, através das ações realizadas no Posto de Saúde Mama Mia, na Socopo, a instituição também inaugurou o Hospital São Carlos Borromeo – HSCB que fica localizado no bairro Pedra Mole e por ano são mais de 127 mil atendimentos de forma gratuita. Agregado ao Hospital funciona o Serviço Social e a Saúde Comunitária que atua na área de saúde preventiva.  Na área de profissionalização o Centro oferece cursos de mecânica automotiva, eletricidade predial, informática e confecção. Na área Agrícola a FUNACI oferece cursos através da Escola Família Agrícola, oferece cursos técnicos em Agropecuária integrado ao Ensino Médio e funciona no regime da Pedagogia da Alternância, onde o jovem passa 15 dias na escola – meio sócio escolar e igual período com a familiar – meio sociofamiliar e profissional.