PRORROGADAS INSCRIÇÕES PARA O SELO EU APOIO O TRABALHO DIGNO

As empresas que desejam concorrer ao Selo Internacional “Eu apoio o trabalho digno” agora terão até o dia 15 de setembro para se inscrever. As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas tanto pelo site da Rede Ponte quanto com os agentes de inserção da Rede que já têm o contato direto com a empresas. A entrega do certificado internacional está marcada para o mês de dezembro em uma solenidade híbrida (presencial e on line) . Os ganhadores do Selo poderão utilizar o slogan e marca “Eu apoio o trabalho digno”, durante todo o ano de 2022.

O coordenador da Rede Ponte explicou que a inscrição no Selo é simples, basta que os empresários respondam um questionário e indiquem até cinco colaboradores para que possam responder também a algumas perguntas. “Em pouco tempo é possível fazer a inscrição, podendo ser feito inclusive pelo celular. Pode ter uma ou duas perguntas que requeiram um pouquinho mais de tempo e conhecimento sobre os trabalhadores da empresa, mas que retirando alguns minutos para responder com atenção é possível resolver e participar desse selo que só tem a acrescentar na imagem da empresa. Devo lembrar que todas as empresas que possuem relação com a Rede Ponte já promovem o trabalho digno, nesse caso só estamos fazendo a certificação daquelas que atingirem o ITD, que é uma métrica criada pela Rede Ponte baseada nas diretrizes da OIT – Organização Internacional do Trabalho. Essa é uma certificação internacional, que pode trazer muito visibilidade para a empresa”, comentou Jessé Barbosa.


Jessé Barbosa também destacou que não é objetivo do selo ser fiscalizador, mas destacar realmente aquelas empresas que fazem o “algo mais”. “É uma certificação internacional, chancelada pela Brücke Le Ponte, uma entidade suíça que há mais de 60 anos promove o trabalho digno no mundo. Ser no Piauí uma empresa certificada internacionalmente deve ser motivo de orgulho tanto para a empresa, quanto para os colaboradores e seus clientes,, principalmente em tempos em que as condições de trabalho estão precarizadas. Acredito que atualmente os clientes estão bem mais atentos as ações das empresas e levam muito em consideração essa relação com o social, por isso as empresas devem fazer questão de se mostrarem de forma tão positiva”, enfatizou o gestor da Rede Ponte.

Todo o processo avaliativo do Selo Internacional “Eu apoio o Trabalho Digno” passa por uma auditoria externa. Nesta edição do selo poderão concorrer todas as empresas que apoiam e possuem egressos das instituições sociais Cáritas Regional Piauí, Cáritas Teresina, Cáritas Regional Oeiras, Fazenda da Paz, CPT, Funaci e Ubíqua.